24 de nov de 2010

Porto do Capim

Porto do Capim
Onde o horizonte se esconde
E as linhas do passado
Se roçam no abandono

Por ti atravessou o tempo
Em ti ancoram-se vermes

Porto do Capim
Porto sem ancoradouro
O ver do estúpido deturpa tua paisagem

Nenhum comentário:

Postar um comentário