13 de out de 2011

HOMENAGEM AO DIA DO PROFESSOR

QUADRO

Um quadro negro na sala
um livro, o papel o giz
uma angustia que não cala
uma voz pedindo bis
um sopro
um cisco
uma bala
uma nota infeliz
é o barulho na sala
é o saber por um triz
é sina!
é sorte?
é fado?
é gente torcendo o nariz
é o diário
é o salário
é a licença
é o PIS
é do mundo o absurdo
é faca que corta a raiz.


José BENEdito de BRITO