14 de mar de 2012

SINA (em Pessoa)

Te condenaram,
poeta,
a só pensar em palavras.

E com palavras
poéticas,
fundir nossa dor.

De tal forma que, ao ler tua
poesia,
já não sei se a dor que sinto
é de fato minha!


             José BENEdito de BRITO