1 de dez de 2011

QUANTO QUERER

Ah!
quanto eu quero
que você me queira
quanto eu desejo
ser o teu desejo
quanto os meus beijos
querem te beijar.
Ah!
Quanto de minha boca
quer a tua boca
quanto minha língua
quer te rociar
quanto minha pele
quer a tua pele
quanto meus olhos
quer te vigiar.
Ah!
quanto meus olhos
querem os teus olhos
quanto os meus dedos
querem os teus dedos
quanto meus segredos
querem o teu segredo
quanto os meus braços
querem te abraçar.
Ah!
e quanta sede de ser tua sede
e quanto desejo de te saciar.
Ah, eu sou apenas um pobre poeta
insistindo em ti fazer canção
quem dera fosse um aventureiro
quiçá, teria o teu coração.

                                                
                                       José BENEdito de BRITO 

2 comentários:

  1. ...Con la nostalgia y con el desgarro del corazón, cuantas veces soñamos con ese susurro, con esa respiración,... añoramos la brisa que rosa esa piel amada, buscamos ese olor en el jardin, que nos trae en un segundo a esa alma gemela

    ResponderExcluir
  2. Me fascinan estos versos, que dicha para ella, quién los inspiró...

    ResponderExcluir