1 de dez de 2011

E ENTÃO!

Não tenho futuro.
Tenho apenas passado
um virtuoso passado
nem claro, nem escuro
de alegrias e dor
um caminho marcado
por êxitos, crises,
tensões, amor, dissabor
arranhões e cicatrizes
que me fizeram o que sou.
 - Andarilho em busca de mim.
Não tenho sina, nem sorte!
A sorte de me abandonar
goza se rindo de mim.

                          José BENEdito de BRITO 

Nenhum comentário:

Postar um comentário