7 de ago de 2011

Mané Bificú


Mané Bificu
gozava de defuntos
colhia milho de suas entranhas
e se gabava: - mio bom da nas cova.
de gente, Mané era quase nada
vivia fincado nas covas de desnascer gente
e de tanto cavar essas sepulturas
um latifúndio lodava suas unhas
Mané era letrado em violar sepulturas.

                                    José BENEdito de BRITO

Nenhum comentário:

Postar um comentário