19 de dez de 2010

Poema de goiabeira

Uma faca de madeira
Um pedaço de cordão
Um galho de goiabeira
E moldei o meu pinhão


Eu cortei a goiabeira
Não foi por maldade não
Foi pra fazer brincadeira
Pra brincar no são João.


Roda mundo, roda pinhão
Roda vida na poeira
Roda pé de goiabeira
Roda aqui na minha mão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário