15 de out de 2013

SOFIA

Deus, quanta alegria!
Olhar nos teus olhos
tocar tua face
sentir teu calor.
Divina flor,
luz que irradia...
Sofia, luz dos olhos meus.
Vem, com tuas mãos
abraçar minh’ alma.
Vem pro meu colo
me beija, me acalma
brinca comigo
me traz alegria.
Conta-me teus sonhos
tuas fantasias.
Vou te amar pra sempre

querida, Sofia.

                 José BENEbrito

Um comentário:

  1. ¡Que maravilla, retornó el poeta, bellos sueños y profundas emociones, que maravillosa la vida...!

    ResponderExcluir